Os 10 passos das embalagens plásticas biodegradáveis

sacod2w2

As práticas mais comuns dos gestores e compradores para produzir ou comprar corretamente
1° Lembre-se que é embalagem plástica, e não a matéria prima nem sua origem, que tem de atender normas de biodegradação. Por exemplo, uma embalagem plástica fabricada com polietileno derivado do etanol de cana não é biodegradável apesar de ser de fonte renovável;
2° Só existem dois tipos de plástico biodegradáveis
Os fabricados com aditivos oxibiodegradáveis e os hidrobiodegradáveis. No primeiro exemplo o gatilho do processo se dá por oxidação e o segundo se dá por hidrólise. Oxibiodegradável é reciclável junto com os plásticos convencionais e o hidrobiodegradável não;
3° Os oxibiodegradáveis são fabricados com aditivos que contém sais metálicos de transição e protetores que evitam a degradação prematura. Em geral são eficientes para Polietileno, Polipropileno e Poliestireno.
Os hidrobiodegradáveis em geral são baseados em derivados de amido, ácido polilático, PHB, PCL, entre outros, e são 100% matéria prima;
4° Aditivos oxibiodegradáveis são regidos e certificados em conformidade com a norma ABNT PE-308.01, e também são certificados pela OPA e IDEAIS. Estes plásticos devem degradar, biodegradar e não deixar resíduos nocivos em condições de meio ambiente aberto.
Plásticos hidrobiodegradáveis e compostáveis são regidos pelas normas ABNT 15448-2:2008 e são certificados pela European Bioplastics, Vinçotte.
Estes plásticos devem degradar, biodegradar e não deixar resíduos nocivos em condições de compostagem industrial controlada ( usinas de compostagem ) em determinado período de tempo, por exemplo, 180 dias.
Lembre-se, embora sejam normas diferentes, quando os plásticos estão em conformidade e certificados, ambos os tipos são biodegradáveis;
5° Aditivos d2w™ produzem plásticos 100% biodegradáveis e recicláveis e estão certificados em conformidade com a norma ABNT PE-308.01 e também estão certificados pela OPA e IDEAIS.
Plásticos produzidos com d2w™ atendem todas as leis sobre plásticos biodegradáveis em ambiente aberto existentes no Brasil e no mundo;
6° Além da certificação emitida pela ABNT e acreditada pelo INMETRO, os plásticos produzidos com d2w™ devem levar impresso o selo verde ecológico tipo I, com o número da certificação, autorizado pela ABNT;
7° Os aditivos d2w™ são importados da Symphony e desde 2000 são distribuídos pela RES Brasil® diretamente para a indústria plástica o que os tornam seguros contra falsificações. As embalagens dos aditivos d2w™levam o selo de certificação da ABNT e da OPA, além de identificação e rastreabilidade. Veja imagem abaixo;

sacod2w1sacod2w2

8° d2w™ possui parecer oficial da ANVISA para contato com alimentos, medicamentos e cosméticos, assim como conformidade com FDA e CE;
9° Plásticos d2w™ possuem Análise de Ciclo de Vida ( ACV ) que comprova serem 75% melhores que os plásticos não degradáveis e também melhores que os hidrobiodegradáveis;
10° Plásticos biodegradáveis d2w™ são totalmente recicláveis junto com os plásticos convencionais conforme laudos emitidos por recicladoras profissionais.
Pronto. Se quer produzir ou usar plásticos biodegradáveis é só lembrar destas 10 dicas.