O Conto de Fadas da Compostagem

o conto de fadas

O programa de TV holandês “De Monitor” fez uma investigação sobre bioplásticos compostáveis. O que eles descobrem é inovador! Eles revelam a verdade por trás dos bioplásticos compostáveis.

 

Teun van de Keuken

Teun van de Keuken é um produtor holandês de programas de televisão e rádio que estabeleceu sua reputação investigando práticas de comércio e produção justos na indústria de alimentos; ele fundou a empresa de chocolates Tony’s Chocolonely.

O documentário de Teun van de Keuken é transmitido na KRO-NCRV, um canal público de televisão holandês.

Teun questiona sobre bioplásticos compostáveis neste documentário.

O documentário começa com um restaurante de delivery que utiliza embalagens compostáveis. As embalagens são de 3 a 5 vezes mais caras.

Compostagem na Holanda

Existem 20 empresas de compostagem industrial na Holanda. Teun visita a maior.

Esta empresa de compostagem não quer processar os bioplásticos compostáveis.

Eles querem fazer um bom composto e não acreditam que os bioplásticos compostáveis melhorem a qualidade do seu composto.

Na prática, o plástico compostável é removido quando contamina o fluxo de resíduos biológicos.

Uma vez removidos, os bioplásticos compostáveis são incinerados.

Qual a razão das empresas de compostagem industrial não quererem os bioplásticos compostáveis?

Os bioplásticos compostáveis não se decompõem durante o processo de compostagem industrial.

E por fim, então o bioplástico compostável e seus resíduos são incinerados.

O jornalista liga para todas as empresas holandesas de compostagem, mas nenhuma delas quer compostar os bioplásticos compostáveis.

Governo holandês

Teun liga para o governo holandês e pergunta o que fazer com os bioplásticos compostáveis.

O governo recomenda descartar os bioplásticos compostáveis com o lixo doméstico comum e não com o bio-lixo.

O governo ainda diz que bioplásticos compostáveis com o “selo de mudas” oficial devem ser enviados com o fluxo regular de resíduos comuns e não com o lixo orgânico.

image002

Selo

O selo de mudas é o selo oficial europeu para compostabilidade.

A empresa holandesa de compostagem diz que este Selo aconselha um processo de compostagem que dura 12 semanas, enquanto as empresas de compostagem industrial usam um processo de quatro semanas para compostar o bio-lixo.

Agência de Certificação – TÜV Austria Belgium

Teun liga para Michiel van Gestel da TÜV Áustria.

Michiel diz, durante toda a ligação, que a Áustria TÜV emite os certificados referente ao selo acima de acordo com a norma europeia de compostagem.

Teun diz que isso não corresponde à realidade das empresas de compostagem industrial.

Michiel diz que não pode comentar o que acontece na realidade, ele pode apenas emitir certificados de acordo com a norma da UE.

Teun fica um pouco surpreso que o vendedor da TÜV Austria não esteja interessado no que acontece na realidade.

Essas reivindicações de compostagem são enganosas, de acordo com a maior empresa de compostagem da Holanda.

Truque de marketing?

Teun visita a empresa de bioplásticos chamada “Natureko”, que vendeu a embalagem compostável para o restaurante delivery do início do documentário.

Natureko não aceita encontrar com o jornalista ou responder suas perguntas.  Eles não dão uma justificativa válida!

Copos Compostáveis

A empresa de TV onde Teun trabalha usa copos compostáveis. Os copos são feitos de papel com camada de revestimento bioplástico. Os copos são 100% compostáveis. A empresa paga a mais para ter os copos compostados.

Teus descobre que os copos compostáveis acabam no fluxo regular de resíduos. Teun liga para a empresa de coleta de lixo e é informado que os copos são incinerados.

Teun liga para o fornecedor dos copos para explicar sua descoberta. Os fornecedores dizem a ele: dizemos apenas que “poderia” ser compostado em teoria.

Presidente de Bioplásticos Europeus

François de Bie, presidente da European Bioplastics também é entrevistado.

François diz que costumam dizer aos membros da European Bioplastics que não anunciem seus produtos como biodegradáveis ou compostáveis.

François diz que a frase “100% compostável” deve ser removida das embalagens. Ele diz que “compostável” é algo que soa bem aos ouvidos dos profissionais de marketing.

François diz que está mais encantado com a frase “CO2 neutro” ou “pegada de carbono reduzida” na embalagem do que com as atuais sinalizações de compostagem.

A European Bioplastics considera que a maneira como os bioplásticos compostáveis são vendidos é enganosa, segundo François.

Varejista Coop

Teun liga para uma empresa de varejo chamada Coop que anunciava embalagens compostáveis na TV.

O varejista Coop decide parar de usar embalagens compostáveis durante a ligação com Teun.  O motivo que a Coop dá é o seguinte: o “selo compostável” oficial diz que as embalagens podem ser compostadas, mas na realidade não o são.

Papel higiênico

Teun liga para o governo e pergunta o que acontece com seus copos compostáveis. O governo holandês alega que esses copos são transformados em papel higiênico. Teun liga para a empresa de papel higiênico e eles dizem que os copos são incinerados porque são imundos demais para serem transformados em papel higiênico.

 

Assista o documentário:

image007

 

 

Fonte: AXEL BARRETT – Bioplastics News