Análise de ciclo de vida dinamarquês aponta que sacolas plásticas possuem menor impacto ambiental

LCA Dinamarca

Bruxelas, 19 de Março de 2018
Análise de Ciclo de Vida ( ACV ) Independente foi publicada pela Agência de Proteção Ambiental da Dinamarca e mediu os impactos ambientais da produção, uso e descarte de diversos tipos de sacolas de compras atualmente disponíveis nos supermercados daquele país.
O objetivo foi identificar a sacola com a melhor performance ambiental.
Sete tipos de materiais foram analisados. A conclusão mostrou que sacolas plásticas produzidas com Polietileno de Baixa Densidade ( PEBD ) promovem os menores impactos na maioria dos indicadores quando o reuso não é considerado.
Um outro achado relevante mostrou que quando reutilizadas como sacos para lixo elas são melhores que se fossem simplesmente descartadas e essa atitude é melhor do que reciclá-las.

LCA Dinamarca

Vale lembrar que ACV elaborada pela independente Intertek já havia concluído que sacolas biodegradáveis d2w™ são 75% melhores que sacolas comuns quando o descarte indevido no meio ambiente é uma possibilidade real. Portanto, resta mais que comprovado que as sacolas biodegradáveis d2w™, d2w™ atende e está certificado pela ABNT norma PE-308.01, e o resultado final da biodegradação será sempre água, biomassa e dióxido de carbono, que são os mesmos resultados da biodegradação de uma folha de bananeira.
Veja a notícia da recente ACV aqui
Veja a ACV completa, em inglês, aqui